Como melhorar o desempenho dos computadores

Como melhorar o desempenho dos computadores

Parques com baixa performance podem gerar prejuízo para as empresas

Atualizações de sistema operacional ou mesmo os efeitos do uso podem pesar na performance de um computador. No final das contas, as dificuldades técnicas acabam por impactar o rendimento do próprio usuário. É prejuízo certo para as empresas, que perdem competitividade com um parque tecnológico improdutivo. Neste artigo, aprenda como melhorar o desempenho das máquinas e, de quebra, ganhar agilidade no ambiente profissional.

Quantas reclamações chegam no seu setor sobre o mal funcionamento dos computadores? Suporte em estações de trabalho travadas, pedidos de compra para novas peças, formatação de PCs… Muito desgate de recursos humanos e financeiros, pouca inteligência aplicada à resolução dos problemas. Na pressa de finalizar o atendimento, falta tempo para calcular as melhores alternativas. Não são só as máquinas que precisam de atenção, mas também os processos.

Com os cuidados e ferramentas certas, você pode otimizar tarefas do dia a dia e evitar esses desperdícios.

Primeiros passos

É necessário, primeiramente, conhecer as especificações dos seus equipamentos para analisar se o desempenho deles está abaixo do esperado. Você mantém esses dados disponíveis para consulta? Precisaria se deslocar até a estação questionar o usuário da máquina? Se a sua empresa ainda não conta com um inventário de TI, considere implementá-lo para poupar tanto trabalho manual.

Agora que você já conhece as características do computador problemático, está na hora de entender o que está acontecendo com ele. Quando falamos em performance, existem três principais componentes aos quais devemos atentar: memória RAM, processador e HD. Faça um diagnóstico referente ao aproveitamento dos mesmos. Talvez o processador não esteja dando conta, ou falte espaço no disco rígido.

Nós indicamos a utilização de um software que realize essa checagem automaticamente. O NetEye oferece uma solução para monitoramento de desempenho, em tempo real. Ele examina a utilização dos computadores conectados à rede, registrando de forma gráfica todas essas informações. Além disso, permite configurar alertas sobre o alto consumo dos recursos, emite relatórios com o histórico de cada estação e promove comparações entre as máquinas do seu parque.

Teste o NetEye gratuitamente por 14 dias, sem compromisso. 

As estatísticas sobre o seu parque tecnológico possibilitarão que você atue diretamente no cerne das falhas.

Como melhorar o desempenho do computador

Existem alguns cuidados a serem seguidos para conquistar melhor usabilidade dos seus computadores:

Acelerando a memória RAM

A memória de acesso aleatório (RAM) é responsável pela leitura dos arquivos armazenados no computador. Ao exigir que a mesma acesse um número de informações maior que suportado, seu sistema ficará lento. Assim, é importante evitar a execução de tarefas simultâneas com diversos programas abertos. Também vale deixar aquelas ações pesadas, como download de softwares, para depois do expediente.

Uso da CPU

Os passos anteriores já ajudam a evitar uma sobrecarga do processador e consequentes travamentos na máquina. Procure também desabilitar programas de inicialização desnecessária, além de organizar suas pastas para facilitar acesso aos arquivos. Tente não exagerar na quantidade de atalhos que ficam pela barra de navegação e área de trabalho. Por fim, algo muito simples, que nem todos fazem: resete o computador com frequência.

Manutenção do HD

Os demais componentes do computador dependem de dados armazenados no disco rígido. Por isso, mantê-lo em ordem é essencial para uma boa performance. Você precisa preservar, no mínimo, 20% de espaço livre no seu HD. Também é recomendável realizar uma desfragmentação periódica.

Avalie os resultados

Não deixe de avaliar o resultado dessas ações, a fim de entender se elas foram eficazes para melhorar o desempenho do seu computador. Isso vale para qualquer tutorial que visa ao ganho de performance. Se a mudança de hábitos não surtir efeito, pode ser que a aquisição de novas peças seja necessária. Às vezes, porém, um simples remanejamento interno de equipamentos é capaz de resolver a situação. Você só saberá ao promover uma análise minuciosa do seu parque. Não esqueça: a incerteza pode custar caro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*